Notícias
27/11/2018
Artigo científico da American Academy of Ophthalmology liga leitura prolongada à sensação de olho seco
O artigo científico da American Academy of Ophtalmology apresenta pesquisas que revelam que a leitura prolongada intensifica a síndrome do olho seco.
Compartilhe
/sistema/sys/arquivos/img_posts/214.png?w=415&h=415

Uma pesquisa feita pela American Academy of Ophthalmology (AAO) concluiu que a sensação de olho seco pode ser causada ou até intensificada devido a leitura prolongada. Quase todos os testes aplicados, com exceção do índice de assimetria de superfície, pioraram após a leitura. O estudo clínico aconteceu da seguinte maneira:

Foram realizados testes em 177 pacientes com olho seco e 34 controles normais, todos com 50 anos ou mais. Inicialmente foi feito o questionário do índice de Doenças da Superfície Ocular (OSDI), após o questionário foi feita a aplicação dos testes, em seguida os pacientes foram solicitados a realizar uma leitura de 30 minutos em silêncio, e por fim os testes foram reaplicados.

 

Testes realizados

  • Tempo de ruptura lacrimal automatizado (TBUT), feito com corante (flurosceína), esse teste permite analisar o grau de proteção da superfície ocular;
  • Teste de assimetrias de superfície e índices de regularidade;
  • Teste de Schirmer sem anestesia, utilizado para estimar o volume de lágrimas secretadas do paciente;
  • Coloração da córnea usando fluoresceína, teste aplicado para quantificação da integridade do epitélio da córnea;
  • Coloração conjuntival com lissamina verde, é um corante empregado para avaliar o segmento anterior do olho e é usado para pigmentar as células mortas ou degeneradas;

 

Os resultados do teste apontaram que após a leitura houve alterações nos parâmetros do filme lacrimal – Líquido responsável pela lubrificação e nutrição e dos olhos - e da superfície ocular. A piora alcançou significância estatística para coloração corneana e conjuntival no grupo olho seco e para coloração da córnea no grupo controle

 

O que é Síndrome do Olho seco

síndrome do olho seco é uma doença que afeta a produção de lágrimas ou a qualidade das lágrimas, reduzindo assim a lubrificação e nutrição dos olhos. O diagnóstico é feito em consulta com um oftalmologista que analisará a gravidade da doença e qual o melhor tratamento.

Os sintomas dos olhos secos são: olhos vermelhos; coceira; queimação; sensação de corpo estranho ou areia dentro dos olhos; visão borrada (que melhora ao piscar); lacrimejamento excessivo; desconforto durante a leitura; e secreção mucosa (ramela) aumentada ao acordar.

 

Resultados

No início do estudo, as escalas do Índice de Doenças da Superfícies Ocular (OSDI) correlacionaram-se apenas com as escalas de corrosão corneana e conjuntival.

Entre as medições posteriores, foram acrescentadas as escalas OSDI basais que se correlacionaram com o Tempo de ruptura lacrimal automatizado (TBUT) e o teste de Schirmer.

Segundo os testes, quanto mais instável o filme lacrimal e menor a secreção lacrimal, pior eles se tornaram após a tarefa de leitura prolongada. A piora na coloração da córnea correlacionou-se diretamente com a coloração conjuntival basal e índice de regularidade da superfície.

A avaliação dos parâmetros do filme lacrimal e da superfície ocular em repouso pode não apresentar achados clínicos comuns, como a leitura, levando à discordância entre os sintomas relatados pelo paciente e os sinais observados pelo médico.

A quantificação do olho seco após atividades de esforço visual, como a leitura silenciosa prolongada, pode ajudar a entender melhor a sintomatologia do paciente, como a piora dos sintomas após tempo prolongado de leitura.

 

Artigo completo

Publicamos o artigo completo no link a seguir para pacientes ou oftalmologistas que queiram acessar o conteúdo original: Effects of Prolonged Reading on Dry Eye.

 

Consuta oftalmológica regular

Lembre-se: a visita ao oftalmologista dever ser feita ao menos uma vez ao ano, para que complicações possam ser tratadas o mais rápido possível. Se você possui o sintoma relacionado ao olho seco e tem o costume de leitura prolongada, procure o seu oftalmologista para lhe auxiliar na prevenção de problemas mais graves.

 

Que tal marcar agora mesmo a sua consulta de rotina?

Acesse nosso formulário do site ou ligue para (48) 3029-0260.

Outras Notícias