Notícias
18/05/2018
Febre amarela pode atingir a visão?
A febre amarela silvestre pode afetar a saúde dos olhos. Leia o nosso artigo e entenda mais sobre a doença e a saúde ocular.
Compartilhe
Febre amarela pode afetar a visão

Com o recente surto de febre amarela silvestre no Brasil, especialmente na região sudeste, e o consequente aumento de pessoas nos postos de vacinação, novas preocupações surgem em relação aos efeitos da doença no organismo. Uma dúvida, em específico, tem gerado controvérsias entre os pacientes: a febre amarela pode comprometer a saúde dos olhos e prejudicar a visão?

Alguns oftalmologistas afirmam que não afeta diretamente, mas há relatos, não comuns, de indivíduos que tiveram reação adversa após a vacinação contra a doença. Esses sintomas podem estar atrelados às uveítes, caracterizadas pela inflamação na estrutura da íris. Além das vasculites, que são um grupo de doenças relacionadas à inflamação da parede dos vasos sanguíneos, podendo, assim como as uveítes, levar à baixa de visão decorrentes do processo inflamatório.

Há grandes chances de que os pacientes que tiveram essas manifestações oftalmológicas, pertençam aos grupos com contraindicação à vacina. Ou seja, são pessoas que possuem mecanismos de defesa enfraquecidos contra infecções e, quando recebem o vírus vivo atenuado durante a vacinação, podem ter reações adversas até mesmo nos olhos. Para estes casos, a necessidade da vacinação deve ser inexistente, com autorização apenas após avaliação por um especialista. 

Em fases mais agudas da febre amarela silvestre, que é transmitida pelos mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, o paciente pode apresentar também distúrbios oculares, fotofobia e lacrimejamento, junto a sintomas gerais como dor de cabeça, febre alta, cansaço, dores intensas pelo corpo, vômitos e náuseas. 

Porém, o que mais preocupa a maioria das pessoas é o aparecimento de olhos amarelados, devido a um dos principais sintomas da febre amarela: a icterícia. O problema é resultante de um processo inflamatório no fígado, levando a uma elevação na produção de enzimas hepáticas que, em altas concentrações, geram um excesso de bilirrubina armazenada nos tecidos. Isso evidencia uma coloração amarelada na parte branca dos olhos, que ganha destaque por ser uma região mais clara que a pele. Entretanto, não há prejuízos à visão.

O tratamento de alterações nos olhos pela febre amarela, é feito através da aplicação de lubrificantes oculares e, ocasionalmente, por anti-inflamatórios de uso tópico. Vale lembrar que o recomendado é realizar a consulta oftalmológica com urgência, em casos confirmados ou com suspeita de ter contraído a doença, ao notarem quadro súbito de diminuição da visão, dor ou vermelhidão ocular.

 

Deseja marcar uma consulta conosco?
Acesse nosso formulário do site ou ligue para (48) 3029-0260.

Outras Notícias