Notícias
23/07/2018
Como tratar a alergia ocular?
Caracterizada como uma reação exagerada do sistema imunológico, a alergia nos olhos atinge entre 15% a 20% da população mundial e algumas ações podem ajudar no seu tratamento.
Compartilhe
/sistema/sys/arquivos/img_posts/227.png?w=415&h=415

Assim como outras regiões do nosso corpo, os olhos também podem manifestar uma reação alérgica à poeira, ao ácaro, ao pólen, a produtos de limpeza, entre outros. Até porque, os olhos são um alvo fácil para desenvolver alergias, pois quando abrimos a área da conjuntiva, onde se encontra a membrana fina que recobre a superfície do olho, há uma exposição direta desta região ao ambiente.

 Os principais sintomas de alergia ocular são vermelhidão e coceira, além de outros mais comuns, quando há infecção bacteriana, como olhos lacrimejantes, pálpebras inchadas, sensação de ardência e secreção com pus. E para tratar este tipo de alergia e evitar esses sintomas, listamos algumas ações que você pode tomar, garantindo seu bem-estar.

Limpar e manter o ambiente arejado

Lavar cortinas e roupas de cama, e reduzir o número de travesseiros, bichos de pelúcia, tapetes, além de outros objetos que acumulam poeira, são medidas essenciais para controlar alergia nos olhos. Abrir as janelas para arejar o ambiente e aumentar a exposição ao sol também contribuem para evitar a presença de fungos e ácaros, que promovem a maioria das reações alérgicas.

Lavar os olhos utilizando soro fisiológico

Quando os sintomas de vermelhidão e coceira estão intensos, o ideal é recorrer à lavagem dos olhos com soro fisiológico, que elimina partículas de poeira ou outros agentes que tenham desencadeado a reação alérgica. Para facilitar a aplicação do soro, você pode pedir para alguém jogar o soro com cuidado em seus olhos ou utilizar um recipiente em que seja possível mergulhar os olhos na solução, piscando diversas vezes para que o líquido seja bem absorvido no interior dos olhos.

 Utilizar compressas de água fria

Se você deseja reduzir a sensação de ardência nos olhos, a aplicação de compressas de água fria é uma ótima opção. O fato de comprimir levemente os olhos com uma gaze ou algodão – mergulhado em água fria – permite aliviar a irritação e atenuar a coceira. Vale lembrar que cada compressa deve ser utilizada somente uma vez e sempre no sentido da região interna dos olhos, próximo ao nariz, para fora, retirando qualquer secreção presa aos cílios.

Vacinas antialérgicas

Neste tipo de tratamento, conhecido também como imunoterapia, é feita a injeção gradual de alérgenos no paciente. Isso ajuda a dessensibilizar o organismo às substâncias aos quais o mesmo é sensível, com o objetivo de reeducar e estimular o sistema imunológico do paciente. Este recurso só pode ser prescrito por um médico, não sendo recomendado em nenhum caso a automedicação.

Acompanhamento com oftalmologista

Mesmo com todas as ações de prevenção listadas anteriormente, quem convive com a alergia ocular deve recorrer ao oftalmologista com frequência, para que possa ser avaliada a extensão e a causa da alergia, indicando o melhor tratamento. Além disso, em casos de sintomas permanentes, o médico poderá encaminhar o paciente para realizar um teste de alergia.

 

Assista abaixo ao vídeo do nosso canal do YouTube sobre Alergia Ocular.



Veja mais vídeos no YouTube!

 

Por isso, se você está com sintomas de alergia ocular, não hexite em marcar hoje mesmo uma consulta com um de nossos oftalmologistas!

Outras Notícias