Notícias
09/01/2020
4 Doenças que podem levar a cegueira
O artigo apresenta diversas doenças que podem levar a cegueira. Além de informar as causas, sintomas, tratamento e prevenção de cada uma delas.
Compartilhe
/sistema/sys/arquivos/img_posts/252.jpg?w=415&h=415

A perda de visão é um mal que pode ser ocasionado por diversas doenças. No entanto, existem tratamentos e maneiras de prevenir em quase todos os casos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 60% a 80% dos casos de cegueira no mundo poderiam ter sido evitados.

Listamos a seguir quais as doenças que podem levar a perda de visão, suas causas, sintomas, tratamentos e prevenção em cada uma delas.


DEGENERAÇÃO MACULAR RELACIONADA À IDADE (DMRI)

O que é: É uma doença que atinge geralmente pessoas com mais de 60 anos. Essa é uma doença geneticamente determinada, porém, outras doenças podem contribuir para seu surgimento, como diabetes, hipertensão, tabagismo, obesidade, entre outros.

Causas: A perda da visão ocorre devido a lesões na retina - responsável pela nitidez da imagem projetada.

Sintomas: O paciente com DMRI perde o campo central da visão, mantendo apenas a visão periférica.

Tratamento: Para alguns pacientes indica-se tratamento com injeções dentro dos olhos.

Prevenção: Uma maneira de retardar o surgimento dessa doença é tratando as doenças citadas acima. Além disso, consultar regularmente um oftalmologista, alimentação saudável e abandono do cigarro, no caso de fumantes. O uso habitual de óculos de sol de qualidade também é indicado, assim como dietas específicas.


GLAUCOMA

O que é: O glaucoma é uma doença que se caracteriza pela elevação da pressão intraocular, que provoca lesões no nervo ótico. O Glaucoma é uma doença que possui tratamentos, mas não tem cura.

Causas: O aumento da pressão intraocular ocorre por conta de uma falha no sistema de drenagem do líquido que circula dentro dos olhos. Esse aumento pode comprimir os vasos sanguíneos, que pode ocasionar na morte das células nervosas da retina e o do nervo óptico.

Sintomas: O glaucoma é assintomático no início. Com o passar do tempo, a doença começa a comprometer a visão, o campo visual vai se estreitando progressivamente e se transforma em uma visão tubular. Se não tratada, leva a cegueira. Como a doença é assintomática, essa doença deve ser diagnosticada por um médico oftalmologista. Se não for controlado, o glaucoma pode levar a cegueira.

Tratamento: O principal tratamento para essa doença é diminuir a pressão intraocular, por meio do uso de colírios ou em casos mais graves, medicamentos via oral são prescritos para os médicos oftalmologistas. Caso o uso desse medicamento não seja suficiente, é indicada a realização da cirurgia.

CATARATA


O que é: A Catarata é a opacificação do cristalino. Geralmente ocorre em pessoas com mais de 60 anos. Diabetes, traumatismos oculares, radiação e infecção nos olhos também podem resultar em catarata. Segundo especialistas, todos nós vamos desenvolver a catarata ao envelhecer. Existem dois tipos de catarata, as congênitas - quando a criança já nasce com a doença - e as adquiridas - .

Sintomas: Os sintomas da catarata são o embaçamento progressivo da visão, mudanças no grau dos óculos tendendo à melhora da visão de perto, presença de halos em volta de luzes, visão dupla e dificuldade de enxergar cores.

Tratamento: A catarata pode ser tratada com cirurgia que retira o cristalino que está opaco e substitui por um que não está. A cegueira causada por essa doença pode também ser reversível com a cirurgia.

Prevenção : Uma maneira de se prevenir da catarata é se proteger dos raios solares, utilizando óculos de sol de qualidade. No mais, é uma doença considerada inevitável.


RETINOPATIA DIABÉTICA

O que é: É uma doença ocular que afeta pacientes que possuem a Diabetes Miellitus - doença em que o corpo não processa certos alimentos, especialmente açúcares. Existem dois tipos de Diabetes: A Retinopatia Diabética Exsudativa, que ocorre quando as hemorragias e gorduras afetam a mácula (necessária para a visão central) e a Retinopatia Diabética Proliferativa, que surge quando a doença dos vasos sanguíneos progride e surgem novos vasos anormais, que são frágeis e podem sangras, além de proliferar para o interior do olho causando destruição da retina. Podem ainda causar descolamento de retina e levar a cegueira.

Causas: A doença é o resultado da diabetes nos vasos sanguíneos da retina.

Sintomas: Vazamento de sangue e visão embaçada são alguns dos principais sintomas.

Tratamento: Pode ser tratado por meio da Fotocoagulação com laser de argônio - procedimento de aplicação de laser em pequenas áreas da retina, com objetivo de prevenir a hemorragia. Além disso, pode ser feita a aplicação intravítrea de medicamentos - que consiste na injeção de medicamentos corticosteroides e anti angiogênicos, que previne o crescimento de novos vasos na retina. A Vitrectomia - cirurgia realizada com um microscópio cirúrgico e uma lente de contato também é uma opção de tratamento.

Em suspeita de qualquer uma dessas doenças consulte um médico oftalmologista. E não se esqueça das consultas regulares para prevenção de possíveis doenças oculares.


Que tal marcar agora mesmo a sua consulta?

Acesse nosso formulário do site ou ligue para (48) 3029-0260

Outras Notícias