Notícias
17/05/2019
Hábitos atuais podem ser causa de epidemia mundial de Miopia
Segundo a OMS, até 2050, metade da população será míope devido aos hábitos atuais. O artigo apresenta alguns desses costumes e como evitar que esse problema aconteça.
Compartilhe
/sistema/sys/arquivos/img_posts/229.png?w=415&h=415

Ao longo dos anos e com as inovações tecnológicas, as mudanças de comportamento da população se modificam e podem ser observadas, especialmente em gerações mais novas.

Muitos são os reflexos dessas mudanças de hábitos, um deles preocupa especialistas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) até 2050, mais da metade da população será míope.

 

Essa preocupação vem do fato de que, anteriormente, a miopia era considerada somente hereditária. Logo, o que se podia fazer em relação a esse problema eram os tratamentos já conhecidos, como o simples uso de óculos ou a cirurgia refrativa.

 

O que mudou, no entanto, é o fato de que agora, observa-se que o comportamento humano pode causar esse problema na visão.  Isso porque, segundo os estudiosos, as crianças atualmente possuem hábitos que influenciam no aumento do tamanho dos olhos,  o que faz com que a formação da imagem não aconteça na retina, mas antes dela. Essa formação de imagem antes da retina é chamada de miopia.

 

Um fator que influencia nesse aumento do órgão,  é que as crianças têm passado pouco tempo ao ar livre. Permanecer muito tempo em ambientes fechados, além de não estimular a visão de longe, tem pouco contato com a luz solar, que auxilia na produção de dopamina. A dopamina é um hormônio que controla o crescimento do olho.

 

Além disso, o contato frequente com telas de televisão, computadores e celulares, também não é aconselhado, já que a luz emitida pelos eletrônicos é prejudicial para a saúde dos olhos.

 

Outro ponto importante são as poucas horas de sono, as crianças tem dormido menos. Com menos horas de sono, o hormônio do sono, que controla o tamanho do olho, é menos estimulado.



Prevenção e tratamento

 

O lado positivo é que segundo especialistas,todas essas coisas podem ser revertidas com a mudança de hábitos.

 

Estimular que as crianças fiquem mais tempo brincando ao ar livre do que em ambientes fechados, diminuir ou evitar que passem muito tempo utilizando eletrônicos e controlar as horas de sono das crianças são medidas que podem ser tomadas para evitar o aparecimento da doença.

 

Além disso,  levar a criança para consultar regularmente um oftalmologista é de extrema importância para identificar possíveis doenças oculares. Em caso de diagnóstico de miopia, é aconselhado já iniciar o tratamento, seja o uso do óculos ou a opção por cirurgia. Em casos de hereditariedade, no entanto, essas medidas servem também para que o problema não seja intensificado.

 

Que tal marcar agora mesmo a sua consulta de rotina?

 

Acesse nosso formulário do site ou ligue para (48) 3029-0260.

Outras Notícias