Notícias
17/03/2021
Covid-19 e sequelas na visão: a relação entre casos graves da doença com anomalias nos olhos
Entenda neste artigo o que os pesquisadores apontam sobre o desencadeamento de possíveis anomalias nos olhos em casos graves da Covid-19
Compartilhe
/sistema/sys/arquivos/img_posts/299.jpg?w=415&h=415

Em estudo publicado no periódico Radiology, da Sociedade Radiológica da América do Norte, pesquisadores encontraram uma relação entre casos graves da Covid-19, desencadeada pelo novo coronavírus, com anomalias nos olhos.

 

As informações apontam para uma sequela no corpo humano desencadeada pela Covid-19 que vai além das já conhecidas, relacionadas ao sistema respiratório. Com isso, os riscos para algumas doenças oculares aumentam.

 

- Sobre o estudo;

- Os resultados;

- Qual a importância do estudo?

 

Sobre o estudo

Para a pesquisa, os cientistas selecionaram 129 pacientes que tiveram Covid-19 em casos graves. Entre eles, 43 mulheres e 86 homens. Por meio de exames de ressonância magnética, os pesquisadores conseguiram chegar a conclusões importantes.



Os resultados

Os pesquisadores descobriram que dos 129 pacientes que tiveram um quadro mais grave, nove desenvolveram um ou mais nódulos nos olhos. Diferentemente do calázio e do terçol, que são visíveis pois ficam nas pálpebras, os nódulos se encontravam  na parte de trás dos olhos, parte responsável pela visão em si.

 

Algo importante é que oito dos nove pacientes precisaram ser internados em unidades de tratamento intensivo (UTI). Na UTI, para cuidado direcionado à Covid-19, os pacientes são colocados de bruços por longos períodos de tempo. Os pesquisadores ainda não descobriram o motivo dos nódulos, mas afirmam que podem estar relacionados à inflamação desencadeada pelo vírus.

 

O estudo também mostra que, dos nove pacientes com nódulos oculares, seis eram obesos, dois tinham diabetes e dois tinham hipertensão. Ou seja, esses dados também mostram a relação das comorbidades com maiores complicações na visão.

 

Outros problemas relacionados à visão, como a conjuntivite, que pode ser um dos sintomas iniciais do novo coronavírus, também foram apontados pelos pesquisadores. Os sintomas detectados por aqueles que possuem conjuntivite são: vermelhidão, coceira, sensação de areia e ardência nos olhos, lacrimejamento e sensibilidade à luz. 

 

A forma viral da conjuntivite é altamente contagiosa e, geralmente, é encarada como um incidente isolado, podendo provocar uma secreção aquosa nos olhos, que é um pouco mais espessa e pegajosa do que as lágrimas. Se não for tratada por um oftalmologista, há risco de provocar úlcera na córnea e danos graves à visão, como o deslocamento da retina, causado pela coceira excessiva e intensa a longo prazo. 

 

Outro problema de visão decorre de passar horas diante de telas, estudando ou trabalhando. Esse hábito deixa o olho seco, irritado e cansado. Esses sintomas aparecem porque, normalmente, piscamos de 15 a 20 vezes por minuto, mas, diante de um monitor ou da tela de um celular, as piscadas são menos frequentes: acontecem apenas duas ou três vezes por minuto, diminuindo a lubrificação natural dos olhos. 

 

Além destas doenças causadas como efeito colateral do coronavírus, o estudo indica que o vírus da Sars-Cov-2 pode provocar retinopatia, desencadeada de forma diferente que a retinopatia diabética e a retinopatia hipertensiva, mas que também pode causar cegueira.

 

 

 

 

Qual a importância do estudo?

Por conta da Covid-19 ser uma nova doença se comparada a outras já conhecidas e com maiores estudos, os cientistas ainda precisam descobrir diversos fatores importantes. Por isso, estudos como esse podem alertar médicos para que cuidem da visão dos pacientes em casos de Covid-19. Assim, problemas oculares graves podem ser reconhecidos e tratados antes que resultem em maiores complicações para o paciente. 

 

Os cientistas afirmam a necessidade de maior aprofundamento no estudo para entender a real causa do aparecimento das complicações oculares e, então, estudarem possíveis soluções.

 

Vale ressaltar que, para que tais problemas desencadeados pelo novo coronavírus sejam evitados, os cuidados básicos de prevenção contra a Covid-19 são essenciais. Lave as mãos com frequência e utilize álcool em gel, mantenha o distanciamento social e utilize máscaras. Com esses cuidados, você, sua família e todos ao seu redor estarão mais seguros.

 

Em caso de problemas oculares: Instituto da Visão Assad Rayes

Se você precisa de ajuda profissional por conta de complicações na visão, conte com os médicos oftalmologistas do Instituto da Visão Assad Rayes. Contamos com os melhores profissionais para melhor atendê-lo.


Entre em contato pelo formulário no site e tenha certeza de um atendimento especializado para qualquer que seja a sua necessidade.

Outras Notícias