Notícias
10/02/2021
Lentes de grau: qual o melhor tipo para o seu óculos?
Tem dúvidas sobre qual lente escolher para o seu óculos de grau? Saiba mais sobre os diferentes tipos.
Compartilhe
/sistema/sys/arquivos/img_posts/292.png?w=415&h=415

Ao descobrir a necessidade do uso dos óculos de grau, é difícil saber qual lente de grau escolher, seja para óculos de grau ou lentes de contato. Isso porque existem diversos tipos no mercado, com diferentes materiais e tratamentos.

 

Para te explicar melhor sobre o assunto, confira abaixo os tipos de lentes existentes, qual atende melhor cada necessidade dos olhos e mais:

- O que são lentes oftálmicas?

- Monofocal, bifocal ou multifocal, qual a ideal?

- Principais materiais das lentes de grau

- E os revestimentos para as lentes de grau?

 

O que são lentes oftálmicas?

Nos óculos de grau, são utilizadas as lentes oftálmicas para auxiliar na correção da visão. Essas lentes são destinadas para compensar alguns problemas denominados de erros de refração (Exemplos destes são a miopia, hipermetropia, presbiopia ou astigmatismo). Elas diferem de outras lentes pois são projetadas para interagir com o olho humano, resultando assim, na correção do problema de visão.

 

Monofocal, bifocal ou multifocal, qual a ideal?

As lentes são divididas em três grupos, são eles: monofocais, bifocais e multifocais ー ou progressivas. Cada tipo de lente é indicada para um tipo de problema. Confira:

 

Lentes monofocais - Como o próprio nome diz, são lentes que possuem apenas um foco de visão. Na prática, as lentes monofocais fazem com que seja mais fácil enxergar objetos a curta ou longa distância.

 

Sendo assim, se você tem dificuldade para ver a longa distância (miopia), a lente ideal para te ajudar a corrigir essa deficiência é a lente monofocal. Se sente dificuldades em ver claramente objetos próximos ou até mesmo ler algo em seu celular, essa lente também é indicada para a correção a curta distância (hipermetropia).

 

As monofocais são consideradas de fácil adaptação para o paciente e pode ser utilizada tanto em armações de óculos, lentes de contato ou aplicação de implantes intraoculares.

 

Lentes bifocais - Diferentemente da monofocal, a lente bifocal acompanha dois pontos focais: para perto e para longe. Esse tipo de lente conta com uma divisória de transição do grau no meio da lente. 

 

Na parte de cima da lente é adicionado o grau de miopia, para a visão a longa distância. Ou seja, ao olhar para o horizonte, o grau superior é utilizado. Na parte inferior, é adicionado o grau de hipermetropia. Ou seja, ao abaixar o olhar para ler, é utilizado o grau corretor de curtas distâncias.

 

Lentes multifocais ou progressivas - Enquanto na lente bifocal a divisória entre as duas lentes é visível, na multifocal a transição de um grau para o outro ocorre de forma progressiva e suave.

 

As bifocais e multifocais servem para corrigir a visão de quem sofre com presbiopia, mais conhecida como vista cansada. O grande diferencial da multifocal para a bifocal é o maior conforto proporcionado e a fácil adaptação.

 

Principais materiais das lentes de grau

Hoje o mercado conta com diversos materiais para as lentes. Se antes, o vidro era a única opção disponível, hoje isso já não acontece. Pelo contrário, o vidro caiu no desuso por seu alto preço e fragilidade, se comparado às novas lentes. 

 

Atualmente, com a ajuda das novas tecnologias, as lentes de plástico são as mais utilizadas e o cliente pode escolher dentre os diversos tipos de acordo com as suas necessidades pessoais.

 

As principais opções no mercado são:

 

- Lentes de policarbonato

- Lentes Trivex

- Lentes esféricas

- Lentes de resina

- Lente mini escleral

 

Lentes de policarbonato - São as lentes que têm maior resistência e são excelentes escolhas para esportistas ou crianças. Essas lentes também contam com proteção de raios ultravioleta. Além disso, são mais finas e leves que as lentes de plástico comuns.

 

Lentes Trivex - Apesar de serem parecidas com as lentes de policarbonato, as lentes Trivex são mais leves. Feitas com uma resina resistente a quebra, apresenta uma transparência superior em relação às demais.

 

Lentes esféricas - São as mais comuns no mercado e possuem esse nome por conta do formato arredondado na superfície. Em casos de grau elevado de hipermetropia ou miopia, causam distorções muito evidentes. O grande atrativo é o preço, que costuma ser mais acessível que as demais.

 

Lentes de resina - As lentes de resina são as melhores para quem tem graus mais elevados, pois, com opções de índices de refração diferentes, proporcionam óculos leves e discretos, mesmo para graus acima de 4,00.

 

Lente mini escleral - A mini escleral é um modelo de lentes de contato e é indicada para pacientes que não se adaptam às de modelos gelatinosos, que são mais comuns no mercado. Essa lente, também chamada de Optimum, é mais rígida que as comuns e proporciona maior estabilidade e alta definição da visão.

 

Para saber mais sobre a lente mini escleral e para quais doenças oftalmológicas esta é indicada, confira o artigo clicando aqui.

 

E os revestimentos para as lentes de grau?

Além das diversas opções de lentes e materiais, ao comprar a sua lente você também pode optar por revestimentos que tornem o uso dos óculos de grau mais confortável. Algumas podem mudar de cor de acordo com a iluminação, outras protegem da luz azul ou até mesmo arranhões. 

 

Lentes antirreflexo - O antirreflexo, ou AR, elimina o reflexo causado por luzes externas. O revestimento torna a lente quase transparente e é muito útil no dia a dia, para conversas ou registros fotográficos. É importante para lentes de alto grau, que causam maiores reflexos que as lentes tradicionais.

 

Lentes transitions e fotocromáticas - São famosas por unirem os óculos de grau aos óculos de sol. De acordo com a exposição à luz a que a lente é submetida, a cor das lentes é alterada. Ou seja, no sol a lente assume o aspecto escuro. Isso ajuda a proteger os olhos dos raios UV, sendo assim, as lentes são ótimas para pessoas com sensibilidade à luz.

 

Lentes com filtro azul - Para as pessoas que trabalham em frente ao computador ou utilizam com maior frequência os celulares, esse revestimento pode ser interessante. Isso porque os malefícios da exposição da luz azul artificial emitida por eletrônicos são diversos. Para conferir dicas para cuidar da sua saúde ocular em meio a superexposição às telas, clique aqui.

 

Além de proteger contra a luz azul-violeta, as lentes com filtro azul também são resistentes a riscos, proteção UV e anti reflexo.

 

Lentes Crizal - Esse revestimento ajuda a manter a lente limpa por mais tempo e, assim, auxiliam em uma visão mais nítida. Também contam com proteção a raios UV, arranhões e luzes nocivas.

 

Lentes Hidro-repelentes - Essa tecnologia ajuda a repelir a água, seja da chuva ou vapor. As lentes com esse revestimento são até duas vezes mais cristalinas e proporcionam maior resistência às sujeiras formadas por conta da água.

 

A escolha da melhor lente para você deve ser orientada por um profissional

Para realizar a escolha certa, é importante realizar exames oftalmológicos regularmente com um profissional. O Instituto Assad Rayes conta com médicos oftalmologistas a disposição para ajudar na sua visão.

 

Acesse nosso formulário do site e agende o seu atendimento. 

 

Outras Notícias