Notícias
03/05/2021
Conheça 6 medicamentos que podem afetar a sua visão
Você sabia que alguns medicamentos podem afetar a sua visão? Descubra neste artigo quais são os principais medicamentos responsáveis por causar alteração nas retinas.
Compartilhe
Conheça 6 medicamentos que podem afetar a sua visão

Nem sempre os problemas de visão que conhecemos são causados por doenças propriamente ditas, mas sim pelo uso excessivo de alguns medicamentos.

Entenda, neste artigo, quais são os principais remédios que podem causar alterações na retina.

- 6 medicamentos que podem afetar a sua visão;
- Corticóides;
- Antialérgicos;
- Antibióticos;
- Analgésicos;
- Antidepressivos;
- Anticoncepcionais;
- E se eu precisar tomar esses medicamentos, o que devo fazer?

 

6 medicamentos que podem afetar a sua visão

Diversos medicamentos podem causar efeitos colaterais em nossa visão quando utilizados em excesso. Se você estiver detectando problemas em sua visão, marcar uma consulta com um oftalmologista é a ação mais indicada a ser feita, além de consultar seu médico e ler a bula do medicamento antes de tomá-lo. 

 

Corticóides

Os corticóides, também conhecidos como corticosteróides ou cortisona, são um conjunto de hormônios esteróides produzidos pelo organismo artificialmente, indicados para tratar inflamações. Com o uso a longo prazo, pode aumentar a pressão intraocular (interna do olho) e causar danos ao nervo óptico.

Além disso, o medicamento é propício a causar o desenvolvimento de catarata e glaucoma. Dessa maneira, é necessário conversar com o médico especialista antes de iniciar o tratamento com medicamentos corticóides, para que a receita seja monitorada e usada com cautela, principalmente em idosos e crianças.

 

Antialérgicos

Também chamados de anti-histamínicos, os anti alérgicos geralmente não precisam de prescrição médica para serem comprados. A automedicação do paciente, aliada com a dosagem errada, pode causar diversas reações inesperadas, como o ressecamento dos olhos, a sensibilidade à luz, coceiras, vermelhidão, ardência e aumento do lacrimejamento.

Esses efeitos colaterais são amplamente notados ao usar os colírios antialérgicos, que, se utilizados sem recomendação e de forma independente, podem levar à formação de lesões sérias do nervo óptico e até mesmo a perda total da visão.

 

Antibióticos

Os antibióticos são usados para controlar quadros infecciosos, mas, ligados a visão, esses medicamentos podem provocar alguns efeitos colaterais, como ardência nos olhos e maior sensibilidade à luz.

A utilização de um par de óculos escuros e permanecer em repouso podem ajudar nesse quadro, mas, no geral, após cessar o uso dos antibióticos, esses sintomas tendem a desaparecer.

 

Analgésicos

Os analgésicos são remédios de venda controlada, usados para aliviar a dor. O uso descontrolado desses medicamentos pode causar um quadro de visão desfocada ou visão dupla,  além do estreitamento da pupila, resultando na dificuldade de enxergar no escuro.

Apesar de serem sintomas raros, é preciso ter atenção e acompanhamento adequado de um médico quando os analgésicos forem utilizados. 

 

Antidepressivos

Alguns antidepressivos, como citalopram e fluoxetina, são os medicamentos mais associados à catarata e a outros problemas na retina, pois aumentam a quantidade de serotonina - neurotransmissor que atua no cérebro regulando o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal e a sensibilidade a dor -, que pode aumentar a opacidade do cristalino.

Esses efeitos colaterais geralmente cessam com a interrupção do uso dos medicamentos, mas ainda assim, é necessário ficar atento a qualquer alteração na visão. 

 

Anticoncepcionais

Considerados como o método contraceptivo mais usado pelas mulheres no mundo inteiro, diferentes anticoncepcionais necessitam diferentes dosagens para cada paciente, tendo composições díspares dos hormônios que previnem a gravidez.

Em alguns casos, a pílula pode provocar o ressecamento dos olhos, podendo ser resolvido a curto prazo com o uso de lubrificantes indicados pelo oftalmologista. Caso o efeito colateral não cesse e continue a incomodar, é indicado conversar com o médico ginecologista para trocar a prescrição.

 

E se eu precisar tomar esses medicamentos, o que devo fazer?

Cada organismo reage de uma maneira ao ingerir diferentes remédios, e se a ingestão desses medicamentos for acompanhada por um profissional, o mesmo está preparado para indicar o melhor tratamento para o seu caso e prevenir os efeitos colaterais. 

 

Tratamento de qualidade no Instituto da Visão Assad Rayes

Seja para complicações oftalmológicas ou exames de rotina, conte com o Instituto da Visão Assad Rayes. O Instituto é qualificado desde 2005 como hospital especializado e foi fundado em 1996, contando com uma equipe médica altamente competente e experiente, além de equipamentos de primeiro mundo.

Acesse nosso formulário no site e marque uma consulta com um dos nossos médicos oftalmologistas especializados.

 

Outras Notícias