Notícias
18/07/2019
Você sabe o que é Ceratocone?
O artigo traz um pouco sobre o que é ceratocone, quais suas causa, sintomas e tratamentos.
Compartilhe
/sistema/sys/arquivos/img_posts/236.png?w=415&h=415

O ceratocone é uma enfermidade que afeta a córnea, fazendo com que a espessura da parte central da mesma seja reduzida, empurrando-a para frente. Essa projeção pode comprometer a visão.

Por conta dessa enfermidade, a projeção de imagens nítidas na retina é impedida, o que pode promover um grau elevado de astigmatismo irregular e miopia.

É uma doença genética, de caráter hereditário, que se manifesta entre os 10 e 25 anos. No Brasil essa enfermidade chega a atingir cerca de 150 mil pessoas por ano.

Esse problema é bilateral e assimétrico, ou seja, pode afetar os dois olhos, porém não da mesma maneira. Além disso, esse problema vai piorando com o tempo, o que pode fazer com que a pessoa enxergue tudo distorcido, mesmo utilizando óculos de grau.


Causas e sintomas

A maioria da população que possui essa enfermidade possui um defeito em algum gene. Esse defeito abre portas para o ceratocone. Além disso, a presença de ceratocone possui alguns estímulos externos, como a coceira em excesso nos olhos e o ato de apertá-los muito.

É importante sempre ficar de olho, especialmente em crianças, que muitas vezes coçam tanto os olhos que podem prejudicá-los. Para que essa coceira diminua, médicos costumam indicar o uso de colírios, e em alguns casos comprimidos.

Este hábito de coçar os olhos é tão recorrente na população que foi criada a Campanha Junho Violeta alerta para hábito que pode prejudicar a saúde dos olhos.

Para quem é alérgico, é importante ter o dobro de cuidado. Evitar lugares com muita poeira, ou que possam ter resquícios que possam irritar seus olhos.

 

Tratamento

Até pouco tempo, a única maneira de tratar o Ceratocone era utilizando óculos de grau. Quando os óculos já não conseguiam dar conta dos sintomas da enfermidade, criavam-se lentes removíveis que deviam ser trocadas conforme esse ia piorando.

Hoje existem procedimentos mais modernos para tratar o Ceratocone. São as lentes especiais, o Crosslinking e o implante do anel intraestromal.

Lentes: Ainda a melhor opção para tratar pacientes com ceratocone, existem dois tipos de lentes que podem auxiliar no tratamento da projeção da córnea. O primeiro modelo são as lentes especiais para ceratocone, que possuem um formato especial que dá mais conforto a visão de pacientes que possuem a enfermidade. O outro modelo são as lentes esclerais, são utilizadas em pacientes que possuem difícil adaptação às lentes rígidas(especiais para ceratocone). Destacam-se pelo conforto, por se apoiarem na esclera (parte branca do olho).

Crosslinking: É um tratamento para controlar a progressão do ceratocone. O procedimento é feito com anestesia tópica (colírio), com objetivo de enrijecer a córnea. Não é um tratamento que cura o ceratocone, porém é o mais indicado quando o oftalmologista identifica a progressão da enfermidade, com intuito de evitar a evolução da mesma para um caso mais grave.

Anel Intraestromal para ceratocone: São dispositivos médicos que são implantados no estroma corneano com objetivo de regular deformações da córnea. Podem ser implantados um ou dois anéis, de acordo com o grau de ceratocone do paciente. O implante fará com que a superfície anterior da córnea fique mais plana, aproximando-se da sua curvatura normal, corrigindo então, o astigmatismo e outras irregularidades.

Transplante de Córnea: Em casos mais extremos, pode ser indicado o transplante de córneas, caso os tratamentos citados anteriormente tenham sucesso.

Assista abaixo ao vídeo sobre Ceratocone e Córnea, com a Drª Tatiana Rocha Rayes de Aguiar.


 

Você tem problemas de ceratocone ou se identificou com algo que citamos acima?


Agende a sua consulta para uma avaliação de um médico oftalmologista da nossa equipe.
Acesse nosso formulário do site ou ligue para (48) 3029-0260.

 

 

 

Outras Notícias